NOTÍCIAS



14/5/2020

Pandemia deixa como lição que não dá mais para o mundo depender da China




Especialista e Prof. Roberto Dumas, mestre em Economia Chinesa, destaca a importância de buscar novos fornecedores no Brasil e no exterior

 

Desenvolver novos fornecedores no Brasil e também no exterior é essencial para as empresas neste cenário de incertezas, ocasionado pelo coronavírus. Esta foi a lição aprendida com a pandemia. Foi o que recomendou o Prof. Roberto Dumas, mestre em Economia Chinesa e Chartered Financial Analyst, com mais de 25 anos de experiência no mercado financeiro doméstico e internacional, no dia 7 de maio, durante o “Programa Filtra Ação”, canal de conteúdo online da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais e das revistas Meio Filtrante e TAE. “Não dependa de um país só, como a China ou outro”, disse.

 

Durante o encontro, Dumas falou sobre as incertezas políticas no Brasil e disse que para o Brasil crescer em 2021 a PEC do Pacto Federativo, PEC Emergencial, PEC dos Fundos Públicos, da reforma administrativa, da reforma tributária precisariam ser aprovadas, bem como a autonomia do Banco Central. “A reforma da Previdência Social levou 1 ano para ser aprovada”, lembrou o palestrante, questionando: “Qual a vontade do Congresso aprovar as reformas em 2021 na largada do processo de eleições presidenciais?”. Sem as reformas, o Brasil não cresce e elas não devem acontecer.

 

Outro ponto negativo é o nível baixo no índice de confiança dos empresários, que precisa melhorar. Comentou também que se a economia retrair mesmo 5,5% em 2020, Paulo Guedes pode perder prestígio com o presidente Bolsonaro.

 

O Brasil o que está fazendo? – Dumas explicou que as MPs publicadas para preservar emprego e renda – 936, que permite a redução da jornada de trabalho e de salário e a suspensão do contrato de trabalho e a 944, que institui o Programa Emergencial de Suporte a Empregos são positivas. No entanto, a MP 944, não resolve as dificuldades por que passam as pequenas empresas, pois muitas estão negativadas no INSS e sem condições para solicitação de empréstimos. Uma possibilidade poderia ser passar os recursos para as factorings emprestarem. O Projeto de Lei 1282, que institui o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), também não soluciona o problema já que as empresas precisam oferecer garantias para fazer o empréstimo.


Segundo Dumas, é alarmante, que as pequenas empresas, que detêm 80% dos empregos, não possuem caixa e fôlego para um mês. Isto significa que em 2021 o nível de desemprego subirá expressivamente.

 

As grandes empresas também não estão numa situação tão boa também. Conforme o palestrante, sem receita, 23% das empresas ficariam com caixa negativo no primeiro mês, 37% no segundo e 49% no terceiro. Porém, possuem acesso aos bancos.

 

A situação complicada do petróleo – A guerra de preços do petróleo vai muito mais além de questões econômicas, é também política. “A Rússia está querendo destruir o óleo de xisto dos EUA”, ressaltou. Com o preço em queda, Arábia Saudita tentou cortar a produção de petróleo para tentar elevar os valores. Rússia foi contra já que a extração de gás de xisto é mais cara e menos viável quando o preço do petróleo fica muito baixo. “A China se aproximou da Arábia Saudita e Trump deve tomar cuidado”, alertou.

 

De acordo com Dumas, especuladores preferiram pagar para vender suas posições de petróleo futuro, ao invés de arcar com a logística e o custo de armazenagem do produto. “Toda a cadeia de petróleo no Brasil deverá sofrer e Estados e Municípios serão afetados com menor arrecadação de ICMS sobre a gasolina”, advertiu.

 

Por outro lado, a produção de etanol está prejudicada, com a safra no início do Centro-Sul, dois choques de demanda e de preços, 104 empresas em recuperação judicial. “O preço do açúcar despencou, não há para onde correr. O setor aguarda definição de um pacote de ajustes”, disse.

 

Falou também da nova geopolítica. “A China não quer destruir os EUA como na época da Guerra Fria, quer é expulsar os EUA da Ásia”, disse Dumas, acrescentado que a guerra entre os dois países só deve piorar.

 

O conteúdo do programa na íntegra pode ser acessado no canal TV Filtros no YouTube.

 

Mais informações sobre os próximos programas e também os links para acesso ao evento ao vivo, estarão sempre disponíveis nas redes sociais da Abrafiltros e também das Revistas Meio Filtrante e TAE.

 

Sobre a Abrafiltros:

Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – tem a missão de promover a integração entre as empresas de filtros e sistemas de filtração para os segmentos automotivo, industrial e tratamento de água e efluentes – ETA e ETE, representando e defendendo de forma ética os interesses comuns e consensuais dos associados.

 

Mais informações:
Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
www.versoassessoriadeimprensa.com.br


associados