NOTÍCIAS



27/4/2020

Distanciamento social trouxe mudanças para o cotidiano e novo jeito de viver



Em mais um “Programa Filtra Ação”, a humanóloga Carlla Zanna, explica, entre outros, que distanciamento social não significa isolamento. Há outras formas de se aproximar e se relacionar com as pessoas, sem ser fisicamente.

 

A COVID-19, que ataca o sistema respiratório da população do mundo todo, trouxe o distanciamento social, mas não necessariamente o isolamento. “A dificuldade em respirar é sentida pelas pessoas em todo o planeta, que já estava agonizando bem antes da pandemia em consequência da poluição, guerra, agito e tensão mundial. O momento vem para as pessoas olharem mais para si, refletirem, fazerem escolhas mais conscientes, rever conceitos e encontrar novas formas de fazer as coisas, inclusive, muitas vezes, com ganho de produtividade”, afirmou Carlla Zanna, psicóloga e coach, especializada em produtividade humana e neurociência do comportamento, no dia 16 de abril, durante mais um encontro do “Programa Filtra Ação”, canal de conteúdo online da Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais e das revistas Meio Filtrante e TAE.


Carlla explicou que há várias maneiras de se conectar com as pessoas. “Existem várias opções para nos mantermos conectados uns com os outros como por exemplo, encontros virtuais com familiares e amigos, ligações telefônicas, em especial para aqueles com quem  há muito tempo não falamos, participando de ações de formação e desenvolvimento oferecidas (muitas gratuitas) na web, se colocando disponível para ajudar pessoas do seu entorno fazendo compras ou levando os ‘pets’ para passear, entre outras. Não há necessidade de estar presente fisicamente para ficar por “perto”, comentou.

 

No encontro, a coach também falou sobre a importância da resiliência e da empatia neste cenário. “A árvore e os galhos vão cedendo com o peso da neve, ficam há alguns milímetros do chão, mas quando a neve derrete, voltam para a posição natural”, disse.

 

Com relação à empatia, comentou que é fundamental respeitar o próximo do jeito que ele é, disse que não basta se colocar no lugar do outro, pois aquilo que é percebido e sentido por um nunca poderá ser percebido e sentido por outro da mesma forma, pois somos diferentes – “no mundo não há um cérebro igual a outro”. Carlla afirma que compreender as pessoas, confiando em seus recursos internos e respeitando suas escolhas sem julgá-las é a melhor forma de estabelecer relações verdadeiramente empáticas.

 

Rotina alterada também no home office – Mesmo para aqueles que já faziam home office, a rotina mudou. Com a quarentena, pois além das atividades profissionais as pessoas precisam dar conta das atividades domésticas. De acordo com o que a Carlla disse, esse momento precisa ser visto com atenção para evitar sobrecarga. A agenda deve ser organizada. Atividades como lavar, cozinhar, limpar e passar podem ser divididas entre as pessoas que convivem na casa.

 

Desenvolver práticas contemplativas, como meditação, yoga, oração, escrever um diário da quarentena, cuidar de plantas, entre outras, também são importantes, assim como ter um momento para realizar exercícios físicos, que podem ir desde atividades guiadas virtualmente por professores até dançar.

 

Comportamento de líderes na quarentena – Segundo a coach, a liderança não pode perder o foco do no seu papel. “É preciso manter os colaboradores envolvidos e comprometidos com o negócio ao invés de manter um pretenso controle, pois não há como saber se o profissional está realmente trabalhando só pelo fato dele se manter ‘logado’ na rede corporativa. O importante é garantir autonomia e respeitar limites, confiar na equipe e ser exemplo de que é possível trabalhar a distância com disciplina e organização”, ressaltou. Além disso, ela deixou como dica para os gestores a manutenção de uma conversa semanal da equipe apenas para que possam ouvir e acolher uns aos outros, ressaltou.

 

Ao final da apresentação, João Moura, presidente da Abrafiltros, comentou que o momento é de descoberta. “Nós, da Abrafiltros, estamos sempre correndo atrás de informações e novas ferramentas para se trabalhar. Este momento é uma oportunidade única de aprendizado!”, finalizou.

 

O “Programa Filtra Ação” acontece todas as terças e quintas-feiras, às 15h, exceto feriados. Os interessados em participar do programa ao vivo devem baixar de forma gratuita o aplicativo ZOOM (plataforma online para vídeo-chamadas), e, depois de instalado, clicar no link que será disponibilizado para cada programa ou utilizar o QR CODE presente nos materiais de divulgação. O conteúdo na íntegra pode ser conferido no canal TV Filtros no YouTube, após a exibição.

 

Serviço:

Download aplicativo ZOOM para Desktop: https://zoom.us/download

Para iOS, acesse App Store: https://lnkd.in/dTQ7ynR
Para Android, acesse Google Play: https://lnkd.in/gg45-SG
 

Redes Sociais:
Abrafiltros no Facebook: www.facebook.com.br/abrafiltros

Abrafiltros no Linkedin: www.linkedin.com/company/abrafiltrosoficial

Revista Meio Filtrante no Facebook: www.facebook.com.br/meiofiltrante

Revista Meio Filtrante no Linkedin: www.linkedin.com/company/revista-meio-filtrante
Revista TAE no Facebook: www.facebook.com.br/revistatae

Revista TAE no Linkedin: www.linkedin.com/company/revista-tae

Fale conosco: eventos@abrafiltros.org.br

 

 

Sobre a Abrafiltros:

Criada em 2006, a Abrafiltros – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas – Automotivos e Industriais – tem a missão de promover a integração entre as empresas de filtros e sistemas de filtração para os segmentos automotivo, industrial e tratamento de água e efluentes – ETA e ETE, representando e defendendo de forma ética os interesses comuns e consensuais dos associados.

 

Mais informações:
Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
www.versoassessoriadeimprensa.com.br


associados